sexta-feira, 13 de abril de 2012

Trabalhadores do transporte coletivo urbano de Uberlândia aprovam greve e podem paralisar as atividades a partir de 72 horas

Vereador e sindicalista informa 
      Em assembleia realizada na manhã desta sexta-feira, dia 13, os trabalhadores do transporte urbano aprovaram a greve do setor em Uberlândia, como forma de pressionar os empresários a atenderem as reivindicações deles.  Isto significa que eles podem paralisar as atividades a partir de 72 horas. N entanto, enquanto esperam este período, que é determinado por lei, não está descartado nenhum movimento de protesto dentro e fora das garagens. 
       Os trabalhadores apresentaram duas propostas para os empresários: na primeira, eles querem 9% de aumento no salário e no tíquete alimentação; na segunda, eles propõem 8% de aumento imediato no salário, mais 1% no mês de setembro, e R$ 240,00 de tíquete, sem descontá-lo nas folgas, férias e internações para tratamento de saúde. As empresas resistem e oferecem o índice de 7%. O SINDTTRANS, sindicato da categoria, ainda realiza mais duas assembleias nesta sexta-feira, às 15h e 19 horas, mas pela maioria dos trabalhadores que compareceu à assembleia realizada pela manhã, a greve já está aprovada

Vereadores de Uberlândia fazem das sessões uma Bancada de bate boca







Superintendente da Caixa quer o aumento do funcionamento ao publico


José Geraldo Sales negocia com outros bancos para aumento do  horário de funcionamento  dos bancos  ao publico 

VEREADOR FALA DA VIOLÊNCIA NA CIDADE

video