quinta-feira, 31 de julho de 2014

CAMPANHA POLITICA

NOTA AOS POLITICOS

Senhores e Senhoras candidatos ao pleito que se avizinha
somos uma agência de noticias e somos especializados
em campanha politicas , e temos uma grande proposta para sua campanha

                       
30 municípios em nossa abrangência
com propaganda politica de acordo com a legislação atual
Temos unidade móvel
para propaganda política exclusiva
  a partir de 6 de agosto estaremos prontos pra começar a fazer sua campanha
com gravações locais do município de onde estivermos .

Entre em contato conosco
agende nossa visita


JORGE CORUJA

NONA REGIÃO DA POLÍCIA MILITAR

“Amamentação: Um ganho para toda vida”

Com o tema “Amamentação: Um ganho para toda vida” tem início amanhã, 1°, e vai até o dia 7 de agosto, a  Semana da Amamentação. Em Uberlândia, o evento que está na 16º edição, é promovido pelo Hospital de Clínicas de Uberlândia da Universidade Federal de Uberlândia (HCU- UFU) com o apoio da secretaria Municipal de Saúde.
Este ano, o projeto ressalta a importância do Aleitamento Materno que proporciona nutrição de ótima qualidade, além de contribuir para a redução da mortalidade infantil, para o desenvolvimento cognitivo da criança, promover a saúde e a autonomia da mulher, assegurar a sustentabilidade ambiental e conferir benefícios econômicos para a família e a nação.
Como parte da programação, no dia 6 de agosto, no Anfiteatro do Bloco 2A - campus Umuarama, a partir de 12h30, serão realizadas palestra e mesas-redondas. O presidente do Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Pediatria, Luciano Borges Santiago, irá aborda o tema “Redução da mortalidade infantil”. A mesa-redonda “Promoção de igualdade de gênero e da autonomia das mulheres”, que terá a participação da  professora da Universidade de Uberaba e integrante da ONG SOS Mulher, Cláudia Regina Braga da Cruz, encerra as atividades do evento.
A Semana Mundial de Amamentação foi criada em 1992 pela Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno (WABA) e acontece em mais de 120 países.


Ações incentivam, apóiam e promovem a amamentação

O Hospital de Clínicas de Uberlândia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) realiza, durante todo ano, ações de incentivo ao aleitamento materno. Por meio de palestras, reuniões e consultas individualizadas o ato é estimulado já durante o pré-natal e logo após o parto.
O HCU-UFU possui, também, um Banco de Leite Humano, que tem como objetivo a promoção e o apoio ao aleitamento. Por meio do Disque Amamentação, (34) 3218-2666, as mães podem esclarecer dúvidas e obter informações.
O serviço oferece ainda a Consulta de Amamentação, com pediatra, a todas as mães que procuram o Banco de Leite, independente, de terem tido ou não o bebê no HCU-UFU. O agendamento normalmente é feito para o mesmo dia, pois as dificuldades com o aleitamento devem ser resolvidas o mais rápido possível.
Mães de bebês prematuros, com dificuldades para amamentar, também contam com o Banco para retirar o leite e armazená-lo até que o bebê consiga sugar corretamente o peito. Outra função do Banco de Leite é incentivar a doação de leite humano, que passa por um rígido controle de qualidade, por meio de um processo de pasteurização e análise microbiológica e é oferecido aos bebês internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, no Berçário e de outras unidades do hospital com diferentes indicações clínicas.

Confira a programação completa, que acontece no dia 6 de agosto, quarta-feira:

Atividade Científica:
12h30 – 13h30  Inscrições

13h30 – 14h30  Abertura

14h00 – 14h30  Palestra: “Redução da mortalidade infantil”
Prof. Dr. Luciano Borges Santiago – UFTM (Uberaba – MG) / Presidente do Dep. Cientifico de Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Pediatria.

14h30 – 15h15  Mesa- redonda

14h30 – 14h45  Erradicação da extrema pobreza e da fome – Ass. Social Lilian Machado de Sá/ Secretária Municipal de Administração de Uberlândia-MG

14h45 – 15h Garantia do ensino básico universal – Prof.ª Dra. Maria José Ribeiro/ Instituto de Psicologia – UFU  

15h – 15h15 Garantia de sustentabilidade ambiental Prof.ª Dra. Marlene Teresinha de Muno Colesanti / Instituto de Geografia – UFU

15h15 – 15h45  Intervalo

15h45 – 16h45  Mesa-redonda

15h45–16h  estabelecimento de uma parceria mundial para o desenvolvimento – Nutricionista Ana Cláudia Montes Cardoso/ Secretaria Municipal de agropecuária e Abastecimento de Uberlândia – MG

16h – 16h15 Melhoria da saúde materna Prof.ª Dra. Maria Célia dos Santos/ Dep. De Ginecologia e Obstetrícia do HC/UFU

16h15 – 16h30 Combate ao HIV/AIDS, a malária e a outras doenças – Dr. José Humberto Caetano Martins / Dep. De Clínica Médica – Setor de Infectologia do HC/UFU

16h30 – 16h45 Promoção de igualdade de gênero e da autonomia das mulheres – Prof.ª  Cláudia Regina Braga da Cruz/ ONG SOS Mulher e UNIUBE (Uberlândia – MG)


-- 
Assessoria de Imprensa

Plano Municipal de Cultura é foco de audiência pública com setor cultural

Plano Municipal de Cultura é foco de audiência pública com setor cultural

O auditório do bloco 5R da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) ficou lotado de atores, músicos, dançarinos, produtores culturais e artistas de Uberlândia, que na noite desta quarta-feira (30) se encontraram com o prefeito Gilmar Machado para apresentar e acompanhar os desdobramentos do Plano Municipal de Cultura, que entrou em vigor este ano. O secretário de Cultura, Gilberto Neves, também participou da audiência pública organizada pelo Conselho Municipal de Cultura.
            “Cultura quem faz é o povo, em diversos aspectos da vida. A Prefeitura procura apoiar e desenvolver a cultura não só na respectiva secretaria. Exemplo disso é a revitalização das praças pela Secretaria de Serviços Urbanos. Em casa uma delas há placas com poemas, que incentivam a leitura. Isso também é cultura”, disse Gilmar Machado.
            Durante aproximadamente duas horas, o prefeito e o secretário municipal de cultura ouviram as opiniões, questionamentos e críticas dos artistas, que anseiam pelas mudanças do Plano Municipal de Cultura. “O fato de haver momentos como esse, em que somos ouvidos, é uma grande vitória. Há muito que mudar no cenário cultural da cidade, mas já demos o primeiro passo em nos unir e expor nossa opinião. Talvez por isso o anseio da classe, pois antes nos era imposto”, disse Maria Conceição Leal, participante do Conselho Municipal de Cultura.
            Em sessões de perguntas, o prefeito atendeu aos presentes, apresentando as ações do município para a promoção da Cultura. Gilmar citou a determinação para que qualquer programa habitação, ao ser executado, contemple equipamentos sociais na região, como unidades de saúde e educação, incluindo cultura. É o caso da Praça de Juventude, na Região Norte de Uberlândia. A ordem de serviço para o início das obras foi assinada em junho deste ano. Mais do que um espaço físico para a prática de esportes, a Praça da Juventude é uma área de convivência comunitária onde são realizadas também atividades culturais, de inclusão digital e de lazer para a população de todas as faixas etárias.
            “A cultura não deve existir apenas no Centro da cidade, a população dos bairros também tem o direito. Por isso incluímos a cultura como item essencial para os equipamentos dos bairros. E nos locais que ainda não tem, estamos estudando a implementação”, acrescentou o prefeito.
            E tem mais novidades para a Cultura. No mês do aniversário da cidade, será inaugurada na região do Campo Alegre a Praça de Esporte e Cultura. Também já começaram os preparativos para o Festival de Dança 2015, além do projeto para a criação do Conservatório Municipal de Música.

 Plano Municipal de Cultura

            O Plano Municipal de Cultura foi aprovado na Câmara em dezembro de 2013, tem duração de 10 anos, com vigência de 2013 a 2023 e traz como subtítulo "Por uma política cultural aberta, plural, democrática e para todos", por conter a possibilidade de algo em permanente construção. “Uma política pela arte e para a arte deve ser sempre aberta, democrática e para todos para abraçar o dinamismo que acompanha todo processo cultural", disse Gilberto Neves.

Radar em frente a UFU terá atividades parcialmente suspensas


Radar em frente a UFU terá atividades parcialmente suspensas

A Secretaria de Trânsito e Transportes (Settran) ira suspender, por 60 dias, as atividades do radar instalado na avenida João Naves de Ávila em frente ao Campus Santa Mônica da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), no que diz respeito ao controle de faixa exclusiva de ônibus. A medida passa a valer a partir desta sexta-feira (1º).
“Vale destacar que o equipamento que visa preservar a via exclusiva do transporte coletivo está em conformidade com a lei e aferido pelo Inmetro”, destaca o secretário de Trânsito e Transportes, Alexandre Andrade. O secretário ressalta que neste período de 60 dias o equipamento eletrônico continuará atuando no controle de velocidade máxima (60 KM), indispensável para segurança no trânsito.
Durante o período de suspensão do funcionamento no corredor de ônibus a Settran irá intensificar as campanhas educativas de respeito às faixas exclusivas. “Fazemos um apelo para que os condutores respeitem a faixa exclusiva de ônibus, que é vital para a mobilidade urbana e para a redução do número de acidentes”, reforça Alexandre Andrade.

Faixa Exclusiva

O radar em frente a UFU passou a funcionar em caráter punitivo em 16 de junho deste ano. Antes, o equipamento passou pelas aferições necessárias, tanto por técnicos da Settran quanto do Inmetro, e funcionou em caráter educativo por uma semana. A sua implantação também foi precedida de um reforço na sinalização, com a instalação de placas e a pintura da via. A via exclusiva do transporte coletivo está limitada pela faixa contínua e pontilhada apenas nos locais possíveis de retorno. A proibição da ultrapassagem ou invasão da faixa contínua está prevista no Código de Trânsito Brasileiro. O radar foi instalado em função do histórico de acidentes graves no local, inclusive com vitimas fatais.

1 agencia de noticias sonorizada intercontinental e a mk2studio

RÁDIO MK2STUDIOUberlândia - MG - Brasil



POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS


POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS
NONA REGIÃO DA POLÍCIA MILITAR
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL
www.pmmg.mg.gov.br/9rpm
9rpm-p5@pmmg.mg.gov.br



HOMICÍDIO CONSUMADO
DATA: 30/07 - HORÁRIO: 21:10
LOCAL: RUA RODRIGUES DA CUNHA - MARTINS
AO SER ACIONADA, A GUARNIÇÃO FOI AO LOCAL E SE DEPAROU COM A VÍTIMA CAÍDA AO SOLO E DE IMEDIATO FOI SOCORRIDA E CONDUZIDA AO PS DA UFU AONDE CHEGOU SEM VIDA.HAVIA APROXIMADAMENTE NOVE TIROS SENDO QUATRO PERFURAÇÕES NA CABEÇA E CINCO NAS COSTAS. ATRAVÉS DE DILIGENCIAS, VERIFICOU-SE QUE A VITIMA ERA UM FUNCIONÁRIO DO HOTEL GRAZIELE DE NOME ROGÉRIO GOMES FERREIRA, 42 ANOS, E QUE RESIDIA NUM DOS QUARTOS DO ESTABELECIMENTO. NAS BUSCAS FOI LOCALIZADO UM PINO CONTENDO SUBSTANCIA SEMELHANTE A COCAÍNA, QUE FOI APREENDIDO. SEGUNDO TESTEMUNHAS, O AUTOR TRAJAVA BLUSA DE COR AZUL (SEM MAIORES DADOS) E, APÓS REALIZAR OS DISPAROS FUGIU A PÉ SENTIDO AO TERMINAL RODOVIÁRIO. A MOTIVAÇÃO DO CRIME SERIA DESACERTOS RELACIONADOS AO TRÁFICO DE DROGAS.


Assessoria de Comunicação Organizacional / 9ª RPM

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Alunos da rede municipal acompanham peça teatral sobre sustentabilidade

Alunos da rede municipal acompanham peça teatral sobre sustentabilidade
                       
            Mais de 360 crianças participaram nesta quarta-feira (30) do espetáculo “Por Um Mundo Melhor”. A peça dirigida às crianças e jovens da rede municipal aborda de forma lúdica o tema da agricultura sustentável e sobre a importância da sustentabilidade. O projeto do teatro itinerante acontece ate o dia 6 de agosto e é idealizado pela empresa Master Projetos e Empreendimentos Culturais através da Lei de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet do Ministério da Cultura, com patrocínio da empresa Syngenta e apoio da Prefeitura de Uberlândia. O teatro foi apresentado na área externa do Teatro Municipal e conta com tenda móvel que abriga palco, plateia e estrutura de som e iluminação.
O espetáculo teatral já percorreu diversas cidades do país, e a intenção é que mais crianças e jovens saibam sobre a importância dos conceitos de sustentabilidade. Visando o equilíbrio do planeta, o projeto investe na educação e na cultura como ferramentas básicas para a conscientização e atitude, com objetivo futuro no desenvolvimento do país, ensinando às crianças temas fundamentais como técnicas de plantio sustentável, conservação do meio ambiente e reciclagem.
A mostra de 30 minutos conta a história de um fazendeiro que acorda pela manhã e uma jaca cai na cabeça dele, depois desse episodio o produtor rural começa a conversar com os cultivos da fazenda, ente eles, a flor, a alface e a espiga de milho. Através deste diálogo ele descobre a importância do meio ambiente, causas sociais e econômicas, que são os conceitos chave dessa nova forma de agricultura.
De acordo com Tiago Machado, um dos atores da peça, a mensagem é que as crianças percebam que a natureza é viva e que ela faz parte das nossas vidas. “As crianças são multiplicadores de informação, através do teatro elas repassam a informação e conscientização para os pais, vizinhos e amigos”, contou.
Mais de noventa por cento dos alunos da Escola Municipal Professora Orlanda Neves, do bairro Marta Helena, nunca tinham assistido a uma apresentação de teatro. Karine Vitória, de 9 anos, conta que aprendeu a não desperdiçar alimentos e também a poluir o meio ambiente. “Temos que proteger o planeta para que a gente tenha um mundo melhor no futuro”, contou.
No total, mais de 1.600 alunos de 36 escolas da rede municipal participarão das apresentações. A cena acontece no pátio do Teatro Municipal, em duas sessões, 8h30 e 14h30. Uma sessão especial acontecerá no dia 02 de agosto, às 14h.

Paula Maia
Educação

Dmae cria equipe de agentes para orientar a população a economizar água

Dmae cria equipe de agentes para orientar a população a economizar água

A escassez de chuvas, em Uberlândia, desde o mês de outubro do ano passado, levou o Dmae a decretar estado de alerta no monitoramento dos seus reservatórios e deu origem, neste mês de julho, a uma nova medida preventiva. O fato de ter chovido apenas um terço do esperado no período compreendido entre outubro de 2013 e março de 2014 motivou a criação dos Agentes Educativos do programa Água Legal, composto por medidas que visam identificar iniciativas que põem em risco a qualidade e a quantidade da água que atende ao abastecimento público.
A principal função da equipe formada de quatro servidores é vistoriar os bairros de Uberlândia, em motocicletas, à procura de situações nas quais a água potável esteja sendo empregada em usos não prioritários, como na lavagem de passeios, ruas e carros. Nesta época de estiagem – a chuva que caiu no final de semana trouxe um alívio, mas não mudou o estado de atenção por parte do Dmae -, a população está sendo orientada pela autarquia a limitar o uso de água às demandas mais necessárias.
Os agentes educativos não estão autorizados a lavrar multa e, neste momento, não é esta função que se espera deles, segundo informa o diretor do Dmae, Orlando Resende. “Queremos, primeiramente, orientar os moradores a pouparem a água. Tivemos um período atípico de chuvas, de baixíssima pluviosidade, e não sabemos como o clima se comportará nos próximos meses. Por isso, precisamos ter cautela”. Para o diretor, medidas punitivas só serão adotadas caso haja escassez de água nos próximos meses. “Esperamos não haver necessidade de racionar e nem de multar. Mas se for necessário, o faremos em favor da coletividade”, assegurou.
Nas ruas, os agentes interpelam os moradores que estão lavando passeios e dão o recado. “Explicamos às pessoas que estamos num momento de preocupação com o abastecimento e precisamos que todos evitem desperdícios para que não falte água para ninguém”, diz o agente André Leão. O velho e batido argumento “sou eu que pago, por isso, gasto o quanto eu quiser”, de acordo com André, não tem sido corriqueiro. “As pessoas, em geral, têm sido compreensivas e dizem que irão nos atender”.
Os agentes ficam atentos também a vazamentos, que são informados aos setores competentes para correção imediata. “Temos condições de informar o porte do vazamento e pedir prioridade para os maiores”, diz Andre Leão. O diretor Orlando Resende chama a atenção da comunidade para alertar o Dmae sobre os casos de vazamento, dos menores aos maiores. “Se o vazamento é no passeio, consertamos sem ônus para o proprietário do imóvel, mas é preciso que o morador nos avise rapidamente”. A ligação para o Dmae é gratuita e deve ser feita pelo telefone fixo para o número 0800-940-7272.

Comunicado Dmae

Comunicado Dmae

O Departamento Municipal de Água e Esgoto localizou o vazamento que estava interrompendo a chegada de água potável aos moradores da parte alta do bairro Tocantins e áreas próximas. A manutenção teve início às 14 horas desta quarta-feira (30) e prosseguirá até às 20h. Durante a execução do serviço será necessário interromper o fornecimento de água para os bairros Taiaman, Guarani, Tocantins e Morada do Sol. O Dmae informa ainda que o abastecimento normalizará gradativamente após a conclusão das obras de reparo

Caravana Antidrogas realiza atividades em escolas no bairro Pampulha

Caravana Antidrogas realiza atividades em escolas no bairro Pampulha

A Caravana Antidrogas da Secretaria Municipal Antidrogas e Defesa Social (SMADS) estará nesta quinta-feira (31) e sexta-feira (1º) na Escola Estadual Hercília Martins Rezende, no bairro Pampulha.
Na quinta-feira, das 8h às 9h30, haverá uma gincana com todos os alunos da escola. Já na sexta, a Caminhada Viva Livre terá a participação da Policia Militar, através do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD). As crianças e adolescentes percorrerão as ruas no entorno da escola com panfletos sobre o combate às drogas.
Durante o mês de julho, a SMADS esteve na escola desenvolvendo o programa Papo Legal com os alunos do 5º ao 9º ano. A atividade envolveu rodas de bate-papo e palestras sobre prevenção ao uso de drogas.
A Caravana Antidrogas tem o objetivo de contribuir para a inclusão social dos jovens através de informações, sensibilização e acesso aos direitos e exercícios da cidadania.

Rodrigo Fernandes
Antidrogas

Casa da Cultura recebe 4ª edição do Casadinho Cultural

Casa da Cultura recebe 4ª edição do Casadinho Cultural

            Nesta quinta-feira (31) às 20h, no Salão Nobre da Casa da Cultura, acontece a 4ª edição do projeto Casadinho Cultural. Com o tema “Espaço”, o projeto tem a finalidade de estreitar o diálogo entre pesquisadores e professores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) com a comunidade uberlandense. O projeto conta com a parceria da Prefeitura de Uberlândia, por meio da Secretaria de Cultura, e com o Projeto de Extensão do Programa de Pós-graduação em Letras, do Instituto de Letras e Linguísticas da UFU. O Casadinho Cultural acontece sempre na ultima quinta-feira do mês e a entrada é franca.
            A proposta, de caráter interdisciplinar, quer fugir do rigor acadêmico para dar mais visibilidade às pesquisas, levando as produções que são feitas dentro da universidade relacionadas à pesquisa para a população além da comunidade acadêmica. A discussão acontece em mesas redondas com pessoas de áreas distintas sempre guiadas por algum representante do Instituto de Letras e Linguísticas. Na programação do primeiro semestre deste ano, já foram abordados temas como “A escrita do Eu”, “Corpo” e “Futebol”.
Com o tema “Espaço”, os debatedores desta edição pretendem falar sobre como a literatura contemporânea trabalha com essa temporalidade, e como a cidade se desenvolve e trata seus habitantes através dos espaços. Cada atividade dura cerca de duas horas. No final são emitidos certificados aos participantes.
O debate será mediado pela professora Maria Ivonete, do Instituto de Letras e Lingüísticas, Cássio Hissa, do Instituto de Geografia, e Humberto Guido, do Instituto de Filosofia. Além da mesa redonda também haverá degustação de  casadinho, uma quitanda tipicamente mineira.

Serviço:
Casadinho Cultural
Tema: Espaço
Data: 31 de julho
Horário: 20h
Local: Casa da Cultura às 20h
Praça Coronel Carneiro, 89 – bairro Fundinho.

Próxima edição:
Casadinho Cultural
Data: 28 de agosto
Horário: 20h
Tema: Memória
Coordenação:
Joana Luisa Muylaerte-Instituto de Letras e Linguísticas – UFU
Jacy Seixas –Instituto de História – UFU
Iara Helena Magalhães –  Gestora de projetos audiovisuais para comunicação e mídias em organizações públicas e privadas

Paula Maia
Cultura

ATENÇÃO



Of. 173/2014

Uberlândia, 22 de julho de 2014.

Prezados senhores (as),

Considerando a atual situação hídrica do país e o aumento da demanda pelo uso da água, o CBH- PN3 - Comitê da Bacia Hidrográfica dos Afluentes Mineiros do Baixo Rio Paranaíba recomenda a todos os setores da sociedade inseridos na Bacia Hidrográfica do Baixo Rio Paranaíba – UPGRH PN3 o uso consciente dos recursos hídricos de modo individual e coletivo uma vez que os estudos de órgãos afins indicam situação de escassez devido ao clima e o uso irracional dos recursos hídricos.

De acordo com a ANA – Agência Nacional de Águas, o Brasil, dono do maior potencial hídrico do planeta, corre o risco de chegar a 2015 com sérios problemas de abastecimento de água em mais da metade dos municípios. O diagnóstico está no Atlas Brasil – Abastecimento Urbano de Água da ANA. O levantamento mapeou as tendências de demanda e oferta de água nos 5.565 municípios brasileiros e estimou em R$ 22 bilhões o total de investimentos necessários para evitar a escassez.

Considerando a disponibilidade hídrica e as condições de infraestrutura dos sistemas de produção e distribuição, os dados revelam que em 2015, 55% dos municípios brasileiros poderão ter déficit no abastecimento de água, entre eles grandes cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Porto Alegre e o Distrito Federal. O percentual representa 71% da população urbana do país, 125 milhões de pessoas, já considerado o aumento demográfico.
           
Assim o CBH PN3 recomenda, conforme suas atribuições, que seja construída ações efetivas no intuito de preservar os recursos hídricos e energéticos do país considerando o período atípico atual onde as áreas de recarga e mananciais, tanto de superfície, como de profundidade estão abaixo da média gerando escassez em muitas regiões. Com o período de chuva previsto só a partir de novembro a situação de falta de água deve-se agravar levando consequentemente a conflitos e falta acentuada dos recursos hídricos e também energéticos.

Nestes termos solicitamos o uso consciente destes recursos de maneira individual e coletiva com o apoio de campanhas de conscientização para que não venhamos a uma crise efetiva.

Atenciosamente,



Atenciosamente,   

Nayane Santos
Secretária administrativa do CBH-PN3
Av. Antônio Thomaz Ferreira de Rezende, 3180
Distrito Industrial- Uberlândia (MG) CEP: 38402- 349
Contatos: (34) 3213-7181  - FAX (34) 3213-2433

Visite o “Portal dos Comitês” 
http://comites.igam.mg.gov.br
marca

Ação voluntária conscientiza sobre impactos do lixo no meio ambiente

Ação voluntária conscientiza sobre impactos do lixo no meio ambiente

Neste sábado (2), a partir das 13h30, uma equipe de voluntários fará um trabalho de conscientização ambiental nas áreas de mata do Parque do Sabiá. A ação “Não Jogue Lixo, Plante Sementes” será promovida pela escola de desenvolvimento pessoal Kin Forest e contará com apoio da Prefeitura de Uberlândia, através da Futel.
A expectativa é que pelo menos 100 pessoas participem dos trabalhos. Para divulgar a ação e contar com a participação do público, foram realizados convites em escolas, empresas e no batalhão da Polícia Militar.
Inicialmente, será realizado um bate-papo sobre dois temas: a importância da coleta seletiva e o impacto do lixo aos animais e ao meio ambiente. A equipe de ecologia conta com voluntários de formações diversas, como por exemplo biólogos, veterinários, arquitetos e administradores de empresas.
“Além da conversa, faremos dinâmicas com o objetivo de despertar para uma consciência ambiental. Todas as propostas, incluindo brincadeiras, terão fundo moral”, explica a bióloga e voluntária Thais Caetano.
Em seguida, os voluntários e demais participantes vão percorrer o parque divididos em grupos para iniciar a coleta do lixo deixado em espaços verdes, muito utilizados para piqueniques e atividades de lazer em geral. Cada um receberá luvas e sacos de lixo e os materiais recolhidos serão depositados nas caçambas do Parque do Sabiá. Ao final, os organizadores farão uma conclusão do projeto e distribuirão sementes típicas do cerrado.
De acordo com Thais Caetano, a equipe organizadora pretende desenvolver a cada dois ou três meses ações desse patamar. “Este é nosso primeiro projeto. Estamos planejando outros mais a frente, como plantação de mudas e coletas em outras áreas verdes e cursos d’água de Uberlândia”, disse.

Fillipe Alves

LGBT

NUDS – NÚCLEO DE DIVERSIDADE SEXUAL E GRUPO SHAMA INICIA AGENDA DE CAPACITAÇÃO 
DE TÉCNICOS E SERVIDORES DA SEDEST/PMU E SEUS EQUIPAMENTOS.


Capacitação em Direitos Humanos e População LGBT
A população denominada LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais) enfrenta constantemente dificuldades nos atendimentos voltados aos seus direitos básicos de saúde, segurança e educação. Esta dificuldade se dá, na maioria das vezes, por falta de conhecimento do técnico ou servidor público que está em contato direto com estas pessoas.
Segundo dados do IBGE o Brasil possui 24 milhões de homossexuais. Isto representa 17% de 180 milhões de brasileiros. Esta é a primeira vez que o IBGE faz estas declarações, pois sempre omitiu a orientação em seus censos. Já o Ministério da Saúde, através da Coordenação de DST/AIDS divulga que os gays representam 10%, assim como a ONU que divulga informação que são 10% da população mundial. Levando em consideração esta relação de porcentagem, na cidade de Uberlândia, teremos aproximadamente 70 mil homossexuais.
Nas áreas voltadas à segurança, já constam trabalhos realizados pela Administração Pública Estadual junto a Polícia Militar, demonstrando evolução quanto ao tratamento desta população e o respeito de seus direitos.
Da mesma forma, é de interesse que os técnicos e servidores municipais agreguem conhecimento sobre esta população, para poderem prestar um serviço de qualidade e respeito. Sendo assim, o NUDS propõe que se discuta e busque conhecimento sobre as várias possibilidades da sexualidade humana e da diversidade sexual que necessita de atendimento nos equipamentos públicos. Entendendo que, este trabalho precisa ser continuado, vide a constante alteração do quadro de técnicos e servidores nos equipamentos públicos, além de, poder oferecer espaço à população para discussão sobre a temática.
Diante desta necessidade, nosso objetivo é a capacitação das chefias dos serviços disponibilizados à população em geral, que estão vinculados a SEDEST (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho). E posteriormente ministrar esta capacitação para os técnicos e servidores públicos, que trabalham diretamente com a população através dos CRAS – Centro de Referencia de Assistência Social Além disso, disponibilizar palestras para a população que freqüenta e é atendida pelos CRAS.
    1 Objetivo geral
Capacitar técnicos e servidores públicos sobre a temática da população LGBT e seus direitos.
    2 Objetivos específicos
  1. Facilitar o acesso da população LGBT aos equipamentos vinculados a SEDEST;
  2. Capacitar as chefias dos equipamentos vinculados a SEDEST para que possam oferecer suporte para os seus técnicos e servidores.
  3. Humanizar o atendimento dos técnicos e servidores públicos diante das necessidades desta população específica;
  4. Ainda, esta contemplada a orientação quanto as várias “faces” da diversidade sexual e as necessidades específicas de cada uma delas.
  5. Abrir espaço para a população que usufrui do atendimento dos CRAS e que tem interesse nos esclarecimentos sobre a diversidade sexual.
  6. Iniciar um espaço de diálogo sobre a sexualidade que necessita de ser continuado para alcançar o máximo da população.

Marcos André Martins
Coordenador do NUDS  
(34)8854-1336 

POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS

POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS
NONA REGIÃO DA POLÍCIA MILITAR
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL
www.pmmg.mg.gov.br/9rpm
9rpm-p5@pmmg.mg.gov.br



OUTRAS DENÚNCIAS DE DEFESA SOCIAL
EM 29JUL2014, POR VOLTA DAS 10H, NA PRAÇA TUBAL VILELA, BAIRRO CENTRO, O VICE-DIRETOR DA ESCOLA ESTADUAL B. B., INFORMOU QUE HAVIA UM ALUNO NA ESCOLA PORTANDO UM APARELHO DE CHOQUE. UMA GUARNIÇÃO PM FOI AO LOCAL E APREENDEU O APARELHO COM O ADOLESCENTE, DE 17 ANOS. ESTE MESMO MENOR, NA DATA DE 21JUL2014, FOI APREENDIDO POR PRATICAR UM ROUBO CONSUMADO A TRANSEUNTE UTILIZANDO O MESMO TIPO DE APARELHO.

TRÁFICO DE DROGAS
EM 29JUL2014, POR VOLTA DAS 22H, NA RUA BUENO BRANDÃO, BAIRRO OSVALDO RESENDE, ATRAVÉS DE DENÚNCIA ANÔNIMA, UMA GUARNIÇÕES PM, ABORDOU M. G. S. T., 22 ANOS, DURANTE A BUSCA FOI APREENDIDO UM TABLETE DE MACONHA, UMA BALANÇA DE PRECISÃO E UMA PORÇÃO DE CRACK.



Assessoria de Comunicação Organizacional / 9ª RPM